5 recomendações para promover a aprendizagem colaborativa à distância em tempos de COVID-19

Alexandra Benedetti
Posted by Alexandra Benedetti on Oct 15, 2020 6:00:00 AM

Devido às circunstâncias da quarentena e do isolamento social, em todos os países do mundo, a vida que conhecíamos mudou radicalmente, especialmente para alguns setores da sociedade, como a educação.

Os professores costumavam compartilhar grande parte do dia em sala de aula com seus alunos. Agora, aquele espaço físico de encontro, mãos levantadas, cadeiras em grupos, interações e debates foi substituído por um espaço virtual que, sem dúvida, se tornou um desafio a mais para aqueles que têm a grande responsabilidade de ensinar em suas mãos.

Para comemorar o Dia do Professor, queremos parabenizar aqueles que diariamente se esforçam para se adaptar a esta nova realidade educacional e dar alguns conselhos que têm sido de grande ajuda para nós, da Laboratória, durante este tempo de isolamento social e bootcamp remoto.

 

5 dicas para incentivar a aprendizagem colaborativa à distância

 

1. Identifique conexões ou semelhanças e facilite as conversas. Ao contrário do formato face a face, no modelo remoto não há muitas conversas de corredor ou papos mais informais de onde possam surgir espaços colaborativos. Recomendamos que vocês identifiquem esses pontos comuns entre os alunos (interesses, dúvidas, problemas que estão resolvendo etc.) e os conectem: "você poderia falar com uma pessoa que goste da mesma coisa", "vamos abrir um espaço para compartilhar sobre isso e quem quiser pode aderir(...)".

2. Promova e permita que os alunos tenham espaços de integração e colaboração fora dos espaços das aulas. Na Laboratória temos muitas atividades de integração, como jogos para interagirmos, tardes de cinema, espaços de estudo etc.

3. Forneça ferramentas nas quais os estudantes possam trabalhar em equipe e simultaneamente. Você pode deixar o acesso ao link do Zoom aberto (ou a plataforma na qual eles se conectam) e criar canais de comunicação no Slack, WhatsApp, Drive, Miró etc. Dessa forma, todos podem contribuir.

4. Também se preocupe com o indivíduo. Ninguém vai participar de uma aula se não se sentir confortável no espaço; É fundamental ter conversas 1: 1 com os alunos para saber como estão e como podem ser melhor acompanhados. Sugerimos conversar com pessoas que não se conectaram ou que não estão ativamente envolvidas.

5. Fique com a câmera ligada e use alguns minutos para cumprimentar as pessoas antes de começar a aula. Isso permite que você tenha um ambiente mais próximo e leve.

 

Na Laboratória valorizamos muito a dedicação dos educadores. Sabemos que a mudança é constante e que, para gerar uma verdadeira transformação educacional, é preciso criar experiências que capacitem os alunos para que se sintam motivados a continuar aprendendo sempre.

 

Topics: Habilidades do futuro, Cultura de aprendizagem

Hub_ad_talento_transformacao

bootcamp-laboratoria